top of page

APOSTAS POSSÍVEIS E UTOPIAS



A vida só se sustenta com apostas, inclusive nela em si. Pra isso, apostar é o verbo carro chefe, conjugado indissociável do desejar.

Estamos num momento de apostas num Brasil melhor em tudo, geridos por uma correlação de forças democráticas coesa, trabalhadora e resolutiva, apesar dos golpes, desde as eleições de Lula, até o vandalismo da extrema direita em Brasília, que não desiste de também apostar, mas em seus propósitos reacionários.

A burguesia brasileira, mesmo a mais democrática e neoliberal, como classe, teve que apostar em Bolsonaro, no lugar de Lula, comprometido com a classe trabalhadora e com um histórico, queriam ou não, de ter tirado o Brasil da linha de miséria e investido bem em todas as áreas.

A aposta nas fakenews, calúnias e difamações foram as ferramentas que agora não chegaram a garantir a reeleição do genocida.

Sempre questiono o quanto existe um rigor de perfeccionismo da direita em relação aos seus opositores, não aos seus líderes.

Na história, temos o exemplo de avanços inquestionáveis na era Vargas, como o voto feminino e as garantias trabalhistas. No entanto, existiu corrupção, o movimento negro foi reprimido, sindicados foram atrelados ao estado que era nos moldes fascistas, no período ditatorial varguista. E não esquecendo que o comunismo foi perseguido e a mulher de Prestes, Olga Benário, foi entregue aos nazistas.

Então, não temos santos para nos governar, mas temos apostas em quem já fez muito, agora, agregado uma frente. Torcemos que o novo arcabouço fiscal seja acolhido pelo congresso, pois dele depende o investimento social, considerando que não há uma radicalidade no aumento de impostos, mas foco na não sonegação. Quem terá coragem de defender essa, abertamente? (Que nenhuma urgência de aprovação se distraia disso).

Diante de avanços concretos em meio ano de governo, são altas as apostas de um Brasil melhor para a maioria, diante de avanços ,como exemplos:

- Bolsa Família, Escola de tempo integral, Gás a menos de R$100; Queda do diesel, 68% a menos de desmatamento.

- Brasil vendeu 5,7 bilhões de dólares a Argentina, um aumento de 25% em relação ao mesmo período de 2022.

- Mais médicos; Dentistas no SUS.TSE mantem o piso aumentado da enfermagem

- Dallagnol caçado é a justiça contra o perseguidor da Lava-jato e que o mesmo ocorra com seu comparsa, Moro que foi “aposta” como paladino da justiça, inclusive por incautos não fascistas!

- Um país se desarmando, literalmente, com o cadastramento da PF é aposta em menos violência e poder às milícias.

Percebo que existe uma posição subjetiva em geral muito positiva de apostas em todas as áreas. Ainda, muito há por se fazer, por exemplo, mais empregos.

Como militante, aposto no o combate mais efetivo à homofobia e transfobia, segurança e saúde integral da comunidade LGBTTQIA+.

Dando gás a essa militância, estou com salutar orgulho de meu projeto, que será na parada deste ano, de realiza a O primeiro bailei e feira da diversidade, na Praça Brigadeiro Sampaio. O entusiasmo está sendo geral, com apoios institucionais e da comunidade no entorno. Tenho militado para que se retome o “S” dos simpatizantes, pois eles são mediadores das lutas, contra os preconceitos que o movimento combate, em todas as instancias socias, principalmente família, escola e trabalho.

Tudo isso que já nós somos estimulantes nos primeiros avanços não excluem uma luta sempre utópica pelo ideal. Na psicanálise, a falta é que é motora do sujeito de desejo.

Isso é reforçado pela Citação de um filosofar de Fernando Birri, por Eduardo Galeano em Las palabras: "Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar."

Na clínica, na singularidade da escuta da dor, o psicanalista sempre irá positivar os avanços em realização de desejos de nossos analisandos. Por isso, que o investimento é fundamental. Como dizia Freud: “Cara é a doença”. Seguimos também apostando na potência do trabalho psicoterápico, indicando mais informações no site Psi - psicoterapia online - http://clinicapsi.org/.


Gaio Fontella é Psicólogo, psicanalista, debatedor do Café com Análise no YouTube

















8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

댓글


bottom of page