top of page

Pelas Ruas da Zona Norte - Praças

É uma rua aqui, outro acolá, um acesso, um beco, uma travessia. E tem praças também.

Infelizmente, na Zona Norte, tem vastos espaços sem praças, apesar de termos aqui o Parque Chico Mendes, exigindo mais cuidados da Prefeitura.

A Praça México, que é um pulmão para a comunidade, está a merecer atividades por parte dos governantes.

Há uma praça na comunidade do Timbaúva que em muitas vezes os moradores se obrigam a brigar por limpeza e cuidados, é a Praça Marlova Finger.

A denominação, como vocês vão ver, é por demais merecida, pois em suas funções públicas, sempre teve um olhar de carinho pela Zona Norte.

Filhos e netos de Marlova Finger - solenidade de inauguração da Praça em 2012


PRAÇA MARLOVA FINGER

Está na comunidade Timbaúva, no Bairro Mário Quintana, próximo à divisa com Alvorada.

Marlova Elisa Finger nasceu em Caxias do Sul/RS, em 6 de maio de 1944. Desde cedo, estudiosa, interessava-se pelos livros e tinha prazer em ensinar, tanto que, ainda adolescente, lecionava Latim.

Graduou-se em História e, em 1972, foi viver na cidade de Rio Grande, onde foi professora, diretora de escola e assessora técnica da Secretaria de Educação. Em 1987, mudou-se para Porto Alegre, onde se torna ativista em defesa do ambiente. A partir de 1994, Marlova assume diversos cargos na Prefeitura de Porto Alegre, como coordenadora administrativa e chefe de gabinete da Secretaria do Meio Ambiente.

Em 2000, torna-se secretária municipal do Meio Ambiente, sendo a primeira mulher a assumir tal posto.

Marlova foi também militante ativa do movimento social, com presença marcante na política partidária. Em 1985, candidatou-se pelo Partido dos Trabalhadores (PT) à Prefeitura de Rio Grande e, em 1989, assessorou a bancada do PT na Câmara Municipal de Porto Alegre. Em 1990, concorreu a uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, tendo participado das direções municipais e estaduais do PT. No movimento sindical, foi delegada no XIX Congresso Nacional da Confederação dos Professores do Brasil (Paraíba) e conselheira do Conselho Geral do Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul – CPERS.

No movimento comunitário, também teve atuação marcante como conselheira do Conselho Comunitário do Presídio de Rio Grande e assessora do movimento dos pescadores de Rio Grande.

Marlova Finger faleceu em 2001, quando ocupava o cargo de assessora técnica do Meio Ambiente no gabinete do prefeito Tarso Genro.

Esta homenagem é um pequeno e, no entanto, permanente reconhecimento a uma vida dedicada à educação e ao meio ambiente, especialmente quando a praça escolhida para levar seu nome localiza-se no Bairro Mário Quintana, onde, nos últimos anos de sua vida, dedicou seu trabalho comunitário e ambiental.

Depois de alguns anos de sua inauguração, a comunidade do Timbaúva frequentemente solicita ao poder público sua limpeza, com a colocação de equipamentos, que ainda não tem.


Adeli Sell é bacharel em Direito, consultor, escritor e diretor do Zona Norte Jornal

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Komentar


bottom of page