top of page

São José empata e segue sem vencer em casa no Gauchão

No domingo (05) o São José enfrentou o Brasil no Passo D’Areia e, mesmo com um jogador a mais durante um tempo inteiro e com dois jogadores a mais por mais de 15 minutos, não saiu do 0 a 0. O Zeca desperdiçou uma oportunidade de avançar na tabela, mas está em 4º lugar e dentro da zona de classificação para a semifinal.

O 1º tempo foi bem disputado, com o São José tendo dificuldades para propor o jogo e o Brasil jogando nos contra-ataques. Não ocorreram chances claras de gol, mas as chegadas mais perigosas foram do Brasil. A rigor o Zeca levou perigo em duas oportunidades. Aos 16 minutos Thayllon marcou um gol, mas foi anulado pois a arbitragem marcou toque na mão do atacante do São José. Aos 48 minutos o centroavante Thiago Santos perdeu boa oportunidade de cabeça, em cruzamento de Matheuzinho. O Brasil chegou na área do São José algumas vezes, mas não exigiu nenhuma grande intervenção do goleiro Fábio. Aos 36 minutos Germano foi expulso em jogada violenta contra o Bruno Jesus, deixando o Brasil com 1 jogador a menos. O 1º tempo terminou 0 a 0, com o Brasil tendo maior volume de jogo.

O 2º tempo começou com duas alterações no São José: Sillas no lugar de Matheuzinho e Ryan no lugar de Tiago Pedra. O Zeca teve o domínio do jogo durante a segunda etapa, mas não conseguiu marcar. O lance mais perigoso foi aos 26 minutos: Thayllon chutou cruzado e Zé Andrade chegou de carrinho, mas não conseguiu marcar. Aos 30 minutos Chicão foi expulso, deixando o Brasil com dois jogadores a menos. Mesmo com a grande vantagem numérica de jogadores o São José não conseguiu criar perigo ao gol adversário. O Brasil administrou o empate, pois faltou inspiração ao ataque do Zeca. Final de jogo: São José 0X0 Brasil.

O Zeca iniciou a partida com Fábio; Samuel, Tiago Pedra, Bruno Jesus e Marcelo; Lissandro, Karl e Matheuzinho, Thaylon, Thiago Santos e Netto. Ingressaram no jogo Ryan, Sillas, Zé Andrade, John e Neko.

O São José não fez uma boa partida. Na primeira etapa teve maior volume de jogo, mas foi o Brasil que chegou com um pouco mais de perigo. Na segunda etapa o Zeca, mesmo com a vantagem numérica de jogadores, não conseguiu transformar o domínio de campo em oportunidades de gol. A escalação inicial extremamente ofensiva não se traduziu em produção no ataque. O treinador Thiago Gomes ainda busca uma escalação que equilibre domínio de meio-campo com poder ofensivo.

Na próxima rodada, o São José vai a Erechim enfrentar o Ypiranga, na quinta-feira (09) às 19h. Fora de casa o Zeca tem 100% de aproveitamento. O jogo será de elevado grau de dificuldade, mas o São José tem tido boas atuações fora do Passo D’Areia. Um resultado positivo será importante para manter a equipe no G4. Vamos lá, ZECA!!


Jeferson Machado é professor de geografia em escolas privadas de Porto Alegre

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page