top of page

2024 poderia ser o ano da leitura?

7 de JANEIRO – Dia do Leitor

Abril – promete muita atividade acerca do Livro

Poderia ser 2024 o ano da LEITURA?

Estamos circulando um abaixo-assinado pelo VALE-LIVRO, em Porto Alegre, como já temos em São Leopoldo, Passo Fundo e outros locais.

Mais feirinhas, mais saraus, mais grupos de leitura surgem.


Foto: Mateus Bruxel | Ag. RBS


Permitam-me contar um caso:

Há dias, fui num evento cultural de um segmento específico da literatura e perguntei para uma liderança jovem: lê-se mais ou menos nos dias atuais? Ela me respondeu: menos, porque o pessoal usa o celular. Ela falava de poesias.

Ora, então as pessoas ainda leem, mas em meio digital.

São 15% as leituras em meio digital, dizem as pesquisas. Só que estas não alcançam as pessoas que buscam um ou mais poemas dispersos pelo sistema de buscas. Nem alcança sites e revistas literárias como a Paranhana Literatura e Literatura RS.

Estas pesquisas alcançam apenas o que as "amazon" da vida vendem. Esta, por sinal, acaba de anunciar os “mais vendidos”.

Quem tem ideia do que se vende nos sebos? Já fui dono de sebo, garanto que as pessoas leem de tudo.

Creio, sinceramente, que até nós os leitores de livros físicos, perdemos algum tempo com bobagens na Internet, tirando-nos do grande prazer da leitura cotidiana.

Ainda acho que estamos num lento progresso, o que não deixa de ser um progresso.

Vamos criar um MOVIMENTO PELA LEITURA em 2024? Quem se habilita para novas e ousadas ações?



Adeli Sell é professor, escritor e bacharel em Direito

51.999335309

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page