top of page

Na corda bamba de sombrinha, na Zona Norte


Arte de Palmor Romdrac


EDITORIAL

A esperança dança na corda bamba de sombrinha. Essa frase, como muitos já devem ter percebido, não é de minha autoria, mas faz parte da canção “O bêbado e o equilibrista”, composta pelo geniais João Bosco e Aldir Blanc – que nos deixou em maio de 2020, vítima de covid – e eternizada na potência vocal da porto-alegrense (da Zona Norte) Elis Regina no LP “Essa mulher”, de 1979. Apesar de a canção ser profundamente marcada pelo contexto que a cercava, sua letra nunca deixou de ser atual, independemente do momento histórico-social que vivemos. No Brasil – entra ano, sai ano, entra governo, sai governo -, sempre é necessário se equilibrar na corda bamba de nossa realidade para que não caiamos em um chão de desesperança e pessimismo.

Se, como diz o ditado, o brasileiro não desiste nunca, isso se deve em parte a uma boa dose de esperança que é alicerçada na necessidade que o nosso povo tem de fazer o máximo para conseguir o mínimo de dignidade. É claro que isso não deve ser visto como uma coisa simplesmente boa, pois, afinal de contas, “vencer” um dia de trabalho pode ser não mais do que algo que deveria ser garantido a todas as pessoas: o direito ao transporte coletivo, a uma boa renda, a direitos trabalhistas, por exemplo. No entanto, é inegável pensarmos que, sim, ter esperança de que tudo - de alguma forma, em um futuro breve ou distante - mudará significa uma boa dose de força para conseguirmos driblar as adversidades do dia a dia.

E hoje, essa esperança também precisa ser alicerçada em outro aspecto fundamental para a nossa sociedade: informação. Aliás, mais do que isso: informação de qualidade. É só por meio dela que conseguimos compreender o mundo que nos cerca e consequentemente termos uma esperança que vislumbre a realidade ao nosso redor. Já estamos fartos de notícias falsas. Impossível é ter esperança no meio da incerteza dos fatos. A esperança, portanto, dança na corda bamba da verdade.

Esse é, então, o papel do Zona Norte Jornal: levar a todos informação de qualidade sobre os mais diversos aspectos dessa região tão importante de Porto Alegre. Do Direito ao futebol, da literatura ao cinema, do comércio à crítica social: nada nos escapa quando o assunto é responsabilidade social com os nossos leitores.

O Zona Norte Jornal é um local de esperança. Vem dançar na corda bamba com a gente?


Cristiano Fretta

85 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page